A mulher na sociedade de classes

0

mulher soc classes

A mulher na sociedade de classes. Mito e realidade, Heleieth Safioti.  Por Celi Regina Jardim Pinto

Escrito entre os anos de 1966-1967 e publicado pela primeira vez em 1969, A mulher na sociedade de classes: mito e realidade é uma obra que amalgama três histórias: a pessoal, a do momento político e intelectual do Brasil e a do feminismo. A partir desses encontros, gostaria de analisar o casamento entre o marxismo e o feminismo que Heleieth realizou em seu livro inaugural.

Começo por um paradoxo do livro e da posição de Saffiotti: foi a primeira mulher a escrever um livro, dentro da academia, centrando sua análise na condição de dominação da mulher, ainda que se colocasse como não feminista devido aos pressupostos teóricos marxistas que adotava, o que chamo de segunda fase do feminismo bem-comportado brasileiro.

Saffioti, mesmo quando tratou de temas que eram caros às duas grandes referências feministas até aquele momento, Simone de Beauvoir e Betty Friedan, cuidou de se afastar da posição dessas pensadoras para manter seu marxismo intacto. ler mais

Comments are closed.

Powered by themekiller.com