esquerdas e eleições 2014

Esquerdas, eleições e transformações estruturais da sociedade brasileira.

Após o resultado final das eleição presidencial, convidamos os autores do dossiê publicado antes do primeiro turno (v. abaixo) a examinar as seguintes questões: 1) Considerando a análise marxista das classes sociais, qual é o significado da vitória apertada de Dilma Rousseff sobre Aécio Neves nas eleições presidenciais de 2014?; 2) Como avalia o desempenho eleitoral dos partidos de esquerda e de centro-esquerda nas eleições de 2014?; 3) É possível dizer que existe uma “onda conservadora” no Brasil? e 4) Quais são as perspectivas e tarefas políticas para os socialistas na conjuntura do novo governo eleito? 

Textos de organizações de esquerda são incluídos neste dossiê; serão divulgados todos que estiverem disponibilizados na web.

Seguem abaixo os textos dos colegas que aceitaram colaborar com este segundo dossiê.

Editoria / 8/12/2014

******

I. Textos de autores convidados

Hegemonia política no Brasil sob o governo Rousseff

Aldo Duran Gil e Gustavo Cintra Lima

As esquerdas na encruzilhada: a crise do centrismo e o quadro político brasileiro

Carlos Eduardo Martins

Perspectivas de esquerda diante do segundo governo D Rousseff

David Maciel

Segundo governo Dilma: crise, fim de ciclo petista e as perspectivas da esquerda

Gonzalo Rojas

Classes e frações de classe no segundo Governo Dilma

Igor Grabois

Por onde recomeçar. As esquerdas e a nova conjuntura pós-eleitoral

Lúcio Flavio Rodrigues de Almeida

Tarefa dos comunistas e socialistas: construir uma política enraizada para superar o isolamento e a conciliação de classes

Renato Nucci Jr.

Eleições de 2014 no Brasil: classes e projetos em disputa

Roberto Leher

A fadiga do Lulismo, o reformismo impotente

Valério Arcary

 Significado social da vitória de Dilma

Wladimir Pomar

II. Textos de entidades de esquerda

Partido Comunista Brasileiro

Partido Comunista do Brasil

Centro de Estudos Victor Meyer

******

Esquerdas, eleições e transformações estruturais da sociedade brasileira (textos elaborados antes do primeiro turno)

Em 2013, publicamos um dossiê com textos inéditos com o objetivo de realizar um balanço crítico dos 10 anos de governo do PT. No presente dossiê interpelamos nossos convidados a debater as seguintes questões: (1) O projeto de governo hegemonizado pelo PT teria se esgotado? (2) Qual o papel das esquerdas nas eleições de 2014? (3) Como construir uma política de esquerda socialmente enraizada e comprometida com a transformação da sociedade brasileira?

Como se poderá comprovar, Esquerdas, eleições e transformações estruturais da sociedade brasileira busca combinar a reflexão sobre os rumos da política nacional com o debate sobre os caminhos que as esquerdas devem perseguir no atual estágio das lutas de classes no Brasil. Mais de sessenta autores, de diferentes orientações políticas e ideológicas no campo das esquerdas brasileiras foram convidados a colaborar com este dossiê.

Estamos convencidos de que os 22 ensaios, especialmente elaborados para marxismo21, apresentam uma ampla diversidade de posições e enfoques – orientados pela teoria marxista – sobre instigantes e pertinentes questões da atual conjuntura nacional.  Aos autores somos gratos pela colaboração com mais esta inciativa teórico-política do blog.

Os Editores

******

O INSTITUCIONAL E O SEU CONTRÁRIO

Ademar Bogo

NOTAS SOBRE A CONJUNTURA DA LUTA DE CLASSES E AS ELEIÇÕES DE 2014

Coletivo Cem Flores

A PERSPECTIVA DE CLASSE NAS ELEIÇÕES DE 2014

Coletivo Centro de Estudos Victor Meyer

A ESQUERDA E AS ELEIÇÕES: ENTRE O SOCIALISMO E O TRANSFORMISMO

Daniela Mussi

SOCIAL-LIBERALISMO, CLASSES DOMINANTES E OS DESAFIOS DA ESQUERDA SOCIALISTA NA CONJUNTURA ATUAL

Danilo Enrico Martuscelli

VICISSITUDES DO NEOLIBERALISMO MODERADO, ELEIÇÕES E PERSPECTIVAS PARA A ESQUERDA SOCIALISTA

David Maciel

DO “POR QUE PERDEMOS?” AO “O QUE FAZER?” PARA AS ESQUERDAS NA PRESENTE CONJUNTURA

Edilson José Graciolli

TRÊS QUESTÕES SOBRE AS ELEIÇÕES E A ESQUERDA

Eurelino Coelho

PROJETO DE GOVERNO, ELEIÇÕES E ESQUERDAS NO BRASIL

Francisco Pereira de Farias

FIM DO CICLO PETISTA, AS ESQUERDAS NO PROCESSO ELEITORAL E SUA CONSTRUÇÃO POLÍTICA

Gonzalo A. Rojas

NOVO PARADIGMA, NOVA FORMA DE ATUAR

Igor Grabois

 POLÍTICA NÃO SE REDUZ A ELEIÇÕES: RECONHECER A FRAGILIDADE, NÃO ENTREGAR OS PONTOS E SE PREPARAR PARA O QUE VIRÁ

Lúcio Flávio Rodrigues de Almeida

 NAS RUAS OU NAS URNAS?

Maria Orlanda Pinassi

TRÊS APROXIMAÇÕES À ESQUERDA DA ORDEM

Pedro Otoni

OS LIMITES DO MELHORISMO PETISTA

Plínio de Arruda Sampaio Jr.

ELEIÇÕES, ESQUERDAS E PODER POPULAR

Rafael Litvin Villas Bôas

CONSTRUIR UMA POLÍTICA COMUNISTA SOCIALMENTE ENRAIZADA PARA SUPERAR A CONCILIAÇÃO DE CLASSE

Renato Nucci Jr.

ELEIÇÕES 2014: CONSENSO DO CAPITAL VERSUS DISSIDÊNCIA DOS TRABALHADORES ?

Roberta Traspadini

MOVIMENTOS DAS CLASSES DOMINANTES E DESAFIOS DA ESQUERDA SOCIALISTA

Roberto  Leher

POR QUE A ESQUERDA SOCIALISTA TERÁ POUCOS VOTOS NAS ELEIÇÕES DE 2014?

Valério Arcary

SOBRE PARTIDOS, CLASSES E ORDEM DO CAPITAL

Virgínia Fontes

ESQUERDAS, PT, DILMA E PROJETO DE REFORMAS

Wladimir Pomar

Esta entrada foi publicada em Questões conjunturais. ligação permanente.