Caminhos da esquerda

0

Caminhos da esquerda. Elementos para uma reconstrução, Ruy Fausto. Companhia das Letras, 2017. Por Eleutério F. S. Prado.

(Texto enviado pelo autor ao site. Originalmente publicado em O Olho da História.)

Dialética bloqueada ou O socialismo sem dentes de Ruy Fausto.

Ruy Fausto está provocando certa agitação intelectual como o seu Caminhos da Esquerda – Elementos para uma reconstrução (publicado pela Companhia das Letras, 2017). Nesse livro, o autor de Marx – Lógica e Política (obra clássica do marxismo brasileiro, em três volumes, publicada a partir de 1983), discute os trajetos passados e os rumos futuros da esquerda, especialmente no Brasil.

De seu projeto crítico consta, em primeiro lugar, um exame do que chama de “patologias da esquerda”. Assim, sob o rótulo de “neototalitarismo”, recusa a via de esquerda que passa não só pelo stalinismo, mas também pelo leninismo, pelo trotskismo e pelo castrismo. Eis que essa rota sonha com a emancipação, mas pratica, segundo ele, o autoritarismo em variados graus.

Sob o título de “reformismo adesista”, rejeita o caminho fácil que leva certas forças, que ainda se pensam como de esquerda, a fazerem concessões ao neoliberalismo. Eis que esse rumo passa a ser trilhado porque essas forças, no fundo do coração, encaram o “liberalismo econômico” como o fim da história. ler mais

Comments are closed.

Powered by themekiller.com